A mania do Controle

Neste texto vou escrever a respeito da minha experiência comigo mesma e por conhecer mulheres que também seguem o mesmo padrão na qual eu me identificava. Hoje, por meio do aprendizado e disposição em querer uma vida mais leve, equilibrada e integral, estou me permitindo soltar aquilo que não me proporciona chegar no estado de paz interior.

Querer ter o controle das situações, dos processos e até mesmo das pessoas. Quem aqui se identifica? Pode parecer pesado quando falamos em querer ter o controle de pessoas, mas se nós temos em nossa mente um plano, queremos até controlar o que as pessoas irão fazer.

Eu não consegui encontrar uma definição correta, por isso saiu ‘mania de controle, que é esse estado mental de querer que tudo saia do jeitinho que foi planejado, Onde o resultado só vai ser perfeito se tudo for exatamente executado em uma ordem e jeito que minha própria mente projetou.

Porque somos assim? Com essa mania de querer que tudo seja do nosso jeito? Pois bem, esse controle vem de algo interno e profundo de cada uma de nós. Em querer ter a aprovação externa, não fazer feio, não ser julgada, reprovada ou rejeitada. Então, ‘usamos’ a perfeição como algo para garantir que nenhum resultado nos afete.

Essa proteção que fazemos a nós mesmas, por meio do controle, é nos esconder do nosso processo de cura e evolução. Enquanto nos mantemos no controle, não permitimos que as emoções ‘negativas’ venham a tona, E é somente por meio delas que conseguimos identificar a origem pelo controle.

Ou seja, nós, nos machucamos com essas autocobranças pela perfeição e também com as pessoas envolvidas. Não permitimos que o potencial do outro seja despertado ou trabalhado, tampouco o nosso. Sufocamos o outro e talvez nem nos damos conta disso. Com isso, a criatividade fica estancada, não há margem para criar e assim poder ter resultados que sejam surpreendentes e fora daquele padrão planejado pela mente. Nesta mania de controle, mostra que os sabotamos constantemente pelo medo do desconhecido. Não nos permitimos viver as inúmeras possibilidades que existem ao liberar e desapegar do padrão que nos bloqueia e nos mantêm na mesma roda de hamster, aquela que parece estar em movimento mas na verdade continua n mesmo lugar – ou seja, não está havendo o processo evolutivo.

Assumir o controle da mente é um caminho que envolve  olhar, acessar e conhecer seu mundo interior para poder mudar. E então, encontrar a LIBERDADE.

É dentro da nossa mente que mora a prisão ou a liberdade. Se estamos presas sempre no mesmo padrão de pensamento que tudo tem que ser do mesmo jeito, ou daquele jeito que planejado, onde qualquer opinião do outro parece ser uma contradição incabível é porque sua mente está sendo controlada por algum sabotador que vem do medo. Se você se sente angustiada quando as coisas não são como queria que tivesse sido, pode ser que você esteja perdendo a sua oportunidade de agradecer o processo de aprendizado e desenvolvimento, e mais, da sua cura para encontrar a liberdade.

A mente que é livre, é uma mente positiva, aquela que confia, arrisca porque sabe que a positividade é saber ter o olhar de aprendizado diante as situações. É querer encontrar a sua evolução na caminhada e isso quer dizer ter trocas com o meio e as pessoas envolvidas.

Poder ir de uma mente prisioneira à uma mente livre é um caminho para quem acessa seu interior com a responsabilidade de tudo que está lá dentro é seu. É assim que colocamos luz e conseguimos mudar para então, encontrar a liberdade. Pois a liberdade não é ter o controle e sim ser você mesma a partir da sua essência. Enquanto tiver controle, há o medo, e onde tem o medo a essência não floresce pois ela vem do amor, de confiar, de ter paciência, da compreensão que tudo tem seu tempo. O tempo natural igual as trocas de estações que são a cada três meses e não instantaneamente.

Como você sente hoje em relação ao controle? Onde está a sua mente: presa em querer que tudo seja do seu jeito ou livre para explorar?

Se você ainda se sente no controle, percebe que a paz interna não existe ou é efêmera, que o equilíbrio nas áreas não existe, que as dúvidas são constante e então, pode até se sentir paralisada. Por isso, por ter vivido assim e hoje estar do outro lado quero te convidar para encontrar a sua liberdade. Se você quer viver fluída, tranquila, com paz de espírito e dentro do seu peito, que tal aceitar meu convite em realizar uma sessão de empoderamento? Este é um presente que te ofereço por saber como é estar aí e como é libertador estar consciente desde a mente e coração. Clique AQUI e me escreva.

beijos com carinho e até a próxima! ❥

“Inspirando homens e mulheres a fazerem o que amam todos os dias.” Quer saber como o coaching pode lhe ajudar? Me envie um e-mail juliananunes@dreamcoaching.com.br

Leave Your Comment