Um sonho: transformar a vida de mulheres

A história real está um encantamento. Falo isso porque a convidada passou por alguns processos de autoconheicmento e isso foi o que a fortaleceu para seguir no caminho do seu sonho. E isso é sensacional, principalmente pelo fato de ter identificado minha história com dela. Então, assim que ouvi, fiz questão de trazê-la aqui. E antes disso eu já admirava essa mulher e o seu trabalho. Fiquem com essa história de pura inspiração com Theresa Rachel.

No final de 2009 me mudei para o interior de São Paulo e enquanto procurava um novo emprego tentei ocupar meu tempo com várias atividades. Em uma destas oportunidades conheci na extinta Casa Natura um atendimento rápido de consultoria de imagem. Fui atendida por uma moça muito bonita, peguei o cartão dela e pensei: assim que voltar a trabalhar vou contratá-la.

No final de 2010, uma amiga me perguntou se eu conhecia alguma Personal Stylist e me lembrei do cartão que tinha guardado. Passei o número e logo em seguida minha amiga retornou dizendo que o telefone não existia. Comecei a procurá-la no Google, porém, até hoje não encontrei a minha primeira Personal Stylist. Mas percebi que haviam muitas outras fazendo este trabalho e tive o desejo de me tornar consultora também.

Nesta época, já estava trabalhando e passando por muito estresse… Trabalhava até tarde e estava completamente infeliz. Perguntava-me várias vezes durante o dia o que eu estava fazendo lá?? Mas, ainda não tinha coragem de mudar e nem tinha certeza de que meu sonho poderia se tornar realidade.

No final de 2011, tirei férias e resolvi fazer um retiro de revisão de vida, em um Mosteiro no interior de São Paulo… foi assim de maneira despretensiosa que iniciei meus processos de autoconhecimento.

A proposta deste retiro era ficar em silêncio durante alguns dias e era tudo o que eu precisava.
Durante os períodos de silêncio, foram os momentos em que mais me ouvi na vida. Avaliei meus planos, sonhos e me questionei por que até aquele dia não tinha feito nada para começar o trabalho como consultora de imagem?? Então, dei os primeiros passos para conhecer o que seria o trabalho de Personal Stylist e como poderia me inserir neste mercado.

Me inscrevi em um curso rápido de estilo pessoal, meu objetivo era conhecer um pouco sobre o trabalho para sentir se era isso mesmo que eu queria. E não deu outra… nas primeiras aulas eu já tinha esta certeza.

E desta forma iniciou-se a minha segunda experiência com o autoconhecimento, pois, passei a me observar mais e entender o quanto minha personalidade poderia estar alinhada com minha maneira de vestir – e não estava. Este novo olhar resultou em mudanças na minha vida pessoal e profissional. Logo iniciei outros cursos e no mesmo mês que me formei em consultoria de imagem já tinha meu primeiro trabalho. E assim, novos trabalhos, novos clientes e novos cursos foram surgindo.

Por algum tempo levei o trabalho na área de marketing e os atendimentos de consultoria de imagem em paralelo. Até que em mais um curso de aprimoramento pessoal – meu terceiro processo de autoconhecimento – tomei coragem de resolver diversas situações que não me deixavam feliz. Foi difícil, me assustei com a ideia de deixar a segurança de um emprego “aparentemente estável” e também algumas pessoas para trás. Mas, ao mesmo tempo, tinha absoluta certeza que precisava fazer isso para seguir na direção do meu sonho.

Alguns meses depois parti para os Estados Unidos para me especializar ainda mais na área de consultoria de imagem. Durante o mês que passei estudando em Miami-FL aprendi muito mais que orientar clientes na forma de se vestir. Aprendi que pessoas especiais entram em nossas vidas para aprendermos lições e trocarmos experiências que levaremos para eternidade… o que resultou em meu quarto momento de autoconhecimento.

hr_theresaDe volta ao Brasil, minha grande questão era que sempre sentia um “certo desconforto” quando dizia que era consultora de imagem. Nunca achei que esta denominação representava o que realmente faço e como realmente atuo. E isso, por algumas vezes, me fez pensar se estava seguindo no caminho certo. Minha inquietação era por que jamais associei meu trabalho com moda, tendência, marcas luxuosas ou últimos desfiles de passarelas.

A grande sacada foi quando me dei conta de que meu trabalho tinha muito mais a ver com gente do que com moda em si. E isso passou a fazer t-o-d-o sentido por que, sempre tive como objetivo entregar algo além de uma mera mudança na forma de vestir. Meu desejo sempre foi trazer algo mais significativo, fazer com que as pessoas não só pudessem se observar, se conhecer e se reconhecer por meio daquilo que vestem, mas que também enxergassem a vida com mais beleza, mais propósito, mais amor próprio e mais alegria.

Por isso, a partir desta constatação, passei a considerar meu trabalho de consultoria de imagem como uma “Terapia de Guarda-roupa” onde utilizo todas as experiências vivenciadas em meus processos de autoconhecimento para orientar e transformar a vida de outras mulheres.

Depois de passar por tantos processos ainda me mantenho nesta busca contínua, pois, simplesmente amo a possibilidade de me conhecer cada vez mais. Hoje tenho como missão transformar a vida de mulheres através da busca da sua identidade ajudando-as a se conhecerem ou se reconhecerem com o que vestem. 

Acredito verdadeiramente que cada cliente que entra na minha vida veio até mim por alguma razão. De alguma maneira creio que tenho uma missão para cumprir na vida delas e que também tenho algo para aprender com elas. Essa missão pode ser uma simples mensagem que surge durante o atendimento até uma mudança radical no guarda-roupa e conseqüentemente na vida destas pessoas.

Em cada atendimento planto uma sementinha de mudança que se inicia pelo guarda-roupa, mas na verdade é apenas “um ponta pé inicial” de uma transformação no relacionamento delas com elas mesmas.

Desta forma, me realizo dia após dia… E diante de tantas mudanças aprendi que devemos acreditar em nossos sonhos e que mesmo sendo difícil SEMPRE é possível. Que não vale a pena se acomodar… Que é preciso ter muita coragem para mudar e absoluta certeza que merecemos ser felizes.

Conheça nossa convidada:

faceTheresa Rachel é Terapeuta de Guarda-roupas e Personal Shopper formada nos Estados Unidos, pela Image Academia International. Apresenta seu trabalho como Terapia de Guarda-roupa, pois, utiliza o autoconhecimento como principal ferramenta em seus atendimentos, pois, acredita que a mudança na Imagem Pessoal é um processo que vai além do vestir. O principal objetivo da Terapia de Guarda-roupa é conduzir cada cliente num processo de autodescoberta, um olhar para dentro que permite não só conhecer sobre vestimenta e estilo, mas também conectar quem você é àquilo que você veste. Por isso, tem como minha missão transformar a vida de mulheres através da busca de sua identidade ajudando-as a se conhecerem ou se reconhecerem com aquilo que vestem. Além disso, realiza palestras em organizações empresariais sobre imagem pessoal e profissional, etiqueta, comportamento, estilo e código de vestimenta corporativo. Atende clientes em São Paulo, Campinas e em todo o Brasil.

“Quanto mais a gente se conhece, mais fácil é escolher o que vestir.” Theresa Rachel – Terapeuta de Guarda-roupas ®

 

 

“Inspirando homens e mulheres a fazerem o que amam todos os dias.”
Quer saber como o coaching pode lhe ajudar? Me envie um e-mail juliananunes@dreamcoaching.com.br

Leave Your Comment