O empurrãozinho da crise

Reclamar da crise é o mais comum a se fazer entre boa parte das pessoas, no entanto saber extrair o melhor dessa situação ou melhor conseguir interpretar o que a crise pode trazer de benéfico para si é a diferença entre quem vai continuar na mesmice e no ciclo vicioso das eternas reclamações.

Vivemos em uma sociedade onde poucos buscam ou acreditam que é possível viver, ser feliz e ter renda fazendo o que ama. Esta descrença em de crenças limitantes, seja pela formação absorção consciente ou inconsciente do ambiente em que crescemos. Quando crianças somos puros e agimos conforme temos vontade e interesse pelas coisas. Toda criança segue aquilo que tem vontade, o que seu coração pulsa de alegria ao fazer. É neste estado natural que conseguimos redescobrir o que nos faz feliz, ou seja, o que amamos.

No entanto, ainda na infância, muitos tem seus sonhos e vontade atropelados pelas crenças limitantes dos pais, professores e adultos que nos cercam. Seja pela forma que eles falam ou tentam educar. Vou exemplificar com um fato que vi muito recente enquanto caminhava, que passei por uma mãe e filha, onde a mãe enfatizou para filha: você não vai conseguir, não adianta tentar. A filha estava de bicicleta, o que pareceu que ela estava querendo praticar. Mas como vimos, a mãe não estava incentivando essa vontade da filha, pelo contrário, estava na negatividade desistimulando o sonho da criança em fazer algo que amava.

E assim, muitos passam por essa situação de bloqueio e se tornam adultos acreditando que não é possível fazer o que ama – isso, em grande parte é motivado pelo inconsciente, por isso no coaching resgatamos a infância para ajudar e identificar os talentos. Porém, as oportunidades estão sempre a nossa frente para nos estimular a encontrar o trilho que faz nossa vida andar com fluidez e felicidade. Sendo assim, avalio a situação de crise como uma excelente oportunidade em investir na busca para fazer o que mais tem paixão e prazer, aquelas coisas em que conversa por horas onde o tempo passa e nem se percebe.

Quem faz o que ama sente segurança, caso contrário fica na espreita com medo que pode ser demitido a qualquer momento, invista no seu autoconheicmento para obter segurança e autoconfiança e ser feliz fazendo o que ama.

Neste ponto, tenho um exemplo que li em uma revista de bordo em uma das minhas viagens, que contava a história do empreendedor Júnior Dursk idealizador da rede Restaurante Madero. Uma referência em hamburguer e em negócio, pois o crescimento é vertiginoso e as perspectivas são as melhores. Durski tem paixão por hamburguer e fez dessa paixão um negócio extraordinário. Vamos pensar quantas hamburguerias existem e ele disparou na frente nesse segmento? Por que acreditou e fez acontecer. É muito importante deixar claro que investir no sonho de fazer o que ama é uma união entre disciplina, esforço, dedicação e acreditar. Onde, momentos desafiantes e tarefas que não se gosta de fazer fazem parte de todo pacote, mas quando há uma visão macro se compreende que essas partes fazem parte e executa elas com consciência sabendo que leva ao resultado desejado.

o empurraozinho da crise

Portanto meus leitores, aqui estou trazendo mais uma perspectiva para que pensemos a respeito desse momento e não o vejamos como um obstáculo ou fracasso, e sim como excelente oportunidade de crescimento e na busca da realização e felicidade plena. Pois a vida é um presente para quem sabe viver.

Quando se tem um sonho de vida com absoluta certeza está relacionado a liberdade. A liberdade de ser quem se é, vestir-se como sente a vontade, falar sobre o que tem paixão e fazer o que ama. Nada compra a liberdade em poder se expressar no mais amplo sentido da palavra. É como se tivesse a ponto de cair, que sente aquele frio intenso na barriga mas que em poucos segundos vem a sensação extrema de prazer e liberdade. Busque essas emoções em sua vida.

Acredite no seu potencial, você tem algo aí dentro que te faz feliz. Invista em você!

“Inspirando homens e mulheres a fazerem o que amam todos os dias.” Quer saber como o coaching pode lhe ajudar? Me envie um e-mail juliananunes@dreamcoaching.com.br

Leave Your Comment