5 dicas para resolver os problemas

Às vezes a gente já vive o dia ideal e nem se da conta por estar adormecida no ciclo vicioso da autoexigência e do perfeccionismo. Pois, vivemos em uma ilusão, e por isso, não conseguimos nem usufruir quando tudo está bem e muito menos resolver os problemas quando de fato eles existem.

Hoje, estou aqui para batermos um papo sobre ganhar clareza para você sentir a sua tranquilidade interna.

Como fazer isso? Assumir a responsabilidade da sua própria vida. E como fazer isso? Praticando a honestidade e autocompaixão. Vamos lá?

A vida é feita de ciclos. E ciclos tem as etapas da gestação, nascimento, crescimento, curtir, desapegar e encerrar.

Dentro dessa lógica, que acredito que vivemos nosso dia ideal diversas vezes na vida. Quando atingimos o momento de celebração e de usufruir. Além de claro, nos darmos conta que toda a caminhada pode ser tão gostosa quanto o pico do ciclo.

Contudo, os momentos da vida são ciclos porque mudamos. No Budismo usa muito o fato da transitoriedade. Que tudo na vida muda, é passageiro.

Se percebemos na nossa rotina, é assim mesmo que acontece. Por mais que a gente faça o mesmo roteiro todos os dias, sempre é diferente. Já percebeu? O céu sempre tá diferente!!!! Imagina as outras coisas!!!

Fazer a avaliação de qual momento dentro do ciclo que estamos, é essencial para nos darmos conta da nossa própria vida, do que estamos fazendo e para onde estamos indo.
Essa reflexão nos ajuda a perceber qual é nosso ponto de partida. Compreender se estamos no início, meio ou fim de um ciclo. E assim, poder saber qual atitude tomar.Todo esse processo nos faz ter consciência da vida e ajuda você decidir o que fazer da sua vida e tonar-se responsável por ela. É saber o que você quer para si e se tornar a criadora da sua própria história.  

A dica de hoje é ajudar você a buscar soluções para chegar aonde deseja. Começando a se perceber o que está incomodando hoje na sua vida.

1. Onde você não se sente satisfeita?

Com seu corpo? Sua profissão? Vida financeira? Relação amorosa? Amor próprio? Em casa? Com sua equipe? Com seus estudos? Sua mente? Sua expressão? Seu vazio?

Permita sentir onde está o incômodo. Dar se conta é essencial. Nos traz paz. Porque assim conseguimos seguir adiante.

2.  Esse incômodo é verdadeiro?

Ou seja, ele é algo que realmente é um problema para sua vida? Suga sua energia, deixa você para baixo, não tem vontade de fazer as coisas?

Se sim, se é algo real então vamos em frente.

3. Fazendo a rota

Para cada problema apontado coloque entre 3 a 5 soluções

Se há algo que não está bem quer dizer que existem formas de solucioná-lo.
Com esse exercício e ajudar você a ter o foco na solução e não no problema (se realmente for um problema).
Ter opções de resolver nos deixa mais tranquila. Aqui, é importante que essas soluções estejam relacionadas com coisas que você pode fazer. Nada de projetar a responsabilidade para o outro ou para uma situação. Pois se realmente lhe incomoda, há algo que você pode fazer.

Se não pode fazer nada agora… é praticar a amorosidade com a realidade. O que ela está lhe ensinando.

4.  Coloque metas para essas soluções

Para cada solução dê ações para elas e prazos. Para que você atinja suas metas determinadas com o que elas vão lhe oferecer.

5. AÇÃO

Sim, é fazendo que tudo se move e se resolve. Ficar na inércia, esperando, reclamando… não nos leva para onde queremos ir.

Ter um plano de ação é FOCAR nas soluções daquilo que está deixando você insatisfeita.

Dê a volta por cima, você consegue!!! Agora você já tem um guia para montar seu Plano de Ação e mãos à obra!!

“Inspirando homens e mulheres a fazerem o que amam todos os dias.”
Quer saber como o coaching pode lhe ajudar? Me envie um e-mail juliananunes@dreamcoaching.com.br

Leave Your Comment