Dicas de organização

ORGANIZAR > O que você sente quando lê essa palavra? Lembra da falta de organização que está a sua vida, seja por não conseguir colocar os projetos e ideias em ação, não sentir que esteja em uma rotina que faz bem, que as leituras e estudos não estão em dia, que existe uma lista de pendência gigante que contempla diversas áreas da sua vida? E tudo isso gera uma ansiedade e preocupação que não nos deixa em paz!

Manter a vida organizada é um desafio para muitas pessoas, no entanto, eu acredito que existem dois pontos que contribuem para isso: 1) o excesso de autocobrança e, 2) falta de análise das prioridades.

dicas de organizacao

Continue reading

Não deixe de acreditar que você nasceu para ser feliz

Não se acomode porque as coisas estão difíceis, porque dizem que estamos em crise, porque você está cansada, porque tudo parece ter perdido o sentido de viver.

Não deixe de acreditar que você nasceu para viver e não sobreviver e que a vida é um presente.

Acontece que às vezes não estamos sabendo ouvir a melodia do nosso coração e vamos para o lado contrário. Você nasceu para brilhar porque tem um conjunto único de talentos que fazem ser seus diferenciais. Nosso papel nessa vida é descobrir e colocar em prática esses talentos. São eles, junto da congruência em viver seu valor que são seus princípios que vão te trazer o real sentido da felicidade.

não deixe de acreditar em si mesma

 

Continue reading

A mudança começa em você

O dilema para uma vida com sentido, paixão, amor e felicidade pelo o que se faz, tem e é parece ser um sonho impossível de ser vivido. Essa ideia de conseguir conciliar a vida profissional com pessoal, social, relacionamento, estudos e viagens parece ainda mais impossível. Você também se sente assim? Eu também me sentia e por querer dar uma guinada em minha vida hoje me tornei alguém que busca constantemente o equilíbrio e faço o que ama. Por compreender esses desafios escrevi esse texto, para nós! Porque a busca é constante…

a mudança começa em você

Continue reading

O empurrãozinho da crise

Reclamar da crise é o mais comum a se fazer entre boa parte das pessoas, no entanto saber extrair o melhor dessa situação ou melhor conseguir interpretar o que a crise pode trazer de benéfico para si é a diferença entre quem vai continuar na mesmice e no ciclo vicioso das eternas reclamações.

Vivemos em uma sociedade onde poucos buscam ou acreditam que é possível viver, ser feliz e ter renda fazendo o que ama. Esta descrença em de crenças limitantes, seja pela formação absorção consciente ou inconsciente do ambiente em que crescemos. Quando crianças somos puros e agimos conforme temos vontade e interesse pelas coisas. Toda criança segue aquilo que tem vontade, o que seu coração pulsa de alegria ao fazer. É neste estado natural que conseguimos redescobrir o que nos faz feliz, ou seja, o que amamos.

No entanto, ainda na infância, muitos tem seus sonhos e vontade atropelados pelas crenças limitantes dos pais, professores e adultos que nos cercam. Seja pela forma que eles falam ou tentam educar. Vou exemplificar com um fato que vi muito recente enquanto caminhava, que passei por uma mãe e filha, onde a mãe enfatizou para filha: você não vai conseguir, não adianta tentar. A filha estava de bicicleta, o que pareceu que ela estava querendo praticar. Mas como vimos, a mãe não estava incentivando essa vontade da filha, pelo contrário, estava na negatividade desistimulando o sonho da criança em fazer algo que amava.

E assim, muitos passam por essa situação de bloqueio e se tornam adultos acreditando que não é possível fazer o que ama – isso, em grande parte é motivado pelo inconsciente, por isso no coaching resgatamos a infância para ajudar e identificar os talentos. Porém, as oportunidades estão sempre a nossa frente para nos estimular a encontrar o trilho que faz nossa vida andar com fluidez e felicidade. Sendo assim, avalio a situação de crise como uma excelente oportunidade em investir na busca para fazer o que mais tem paixão e prazer, aquelas coisas em que conversa por horas onde o tempo passa e nem se percebe.

Quem faz o que ama sente segurança, caso contrário fica na espreita com medo que pode ser demitido a qualquer momento, invista no seu autoconheicmento para obter segurança e autoconfiança e ser feliz fazendo o que ama.

Neste ponto, tenho um exemplo que li em uma revista de bordo em uma das minhas viagens, que contava a história do empreendedor Júnior Dursk idealizador da rede Restaurante Madero. Uma referência em hamburguer e em negócio, pois o crescimento é vertiginoso e as perspectivas são as melhores. Durski tem paixão por hamburguer e fez dessa paixão um negócio extraordinário. Vamos pensar quantas hamburguerias existem e ele disparou na frente nesse segmento? Por que acreditou e fez acontecer. É muito importante deixar claro que investir no sonho de fazer o que ama é uma união entre disciplina, esforço, dedicação e acreditar. Onde, momentos desafiantes e tarefas que não se gosta de fazer fazem parte de todo pacote, mas quando há uma visão macro se compreende que essas partes fazem parte e executa elas com consciência sabendo que leva ao resultado desejado.

o empurraozinho da crise

Portanto meus leitores, aqui estou trazendo mais uma perspectiva para que pensemos a respeito desse momento e não o vejamos como um obstáculo ou fracasso, e sim como excelente oportunidade de crescimento e na busca da realização e felicidade plena. Pois a vida é um presente para quem sabe viver.

Quando se tem um sonho de vida com absoluta certeza está relacionado a liberdade. A liberdade de ser quem se é, vestir-se como sente a vontade, falar sobre o que tem paixão e fazer o que ama. Nada compra a liberdade em poder se expressar no mais amplo sentido da palavra. É como se tivesse a ponto de cair, que sente aquele frio intenso na barriga mas que em poucos segundos vem a sensação extrema de prazer e liberdade. Busque essas emoções em sua vida.

o empurraozinho da crise

Acredite no seu potencial, você tem algo aí dentro que te faz feliz. Invista em você!

Como está a sua realidade?

Aquilo que você acredita impacta diretamente na construção da sua realidade. Se você está feliz ou infeliz, satisfeito ou insatisfeito, realizado ou não – são realidades que temos 100% de responsabilidade. Infelizmente, temos o hábito de encarar a realidade que vivemos como se fossemos vítimas das situações. Coloca-se a culpa no governo, no sistema, nas pessoas; ou seja, transferimos a responsabilidade que temos da nossa vida a outras pessoas. Inclusive em situações do dia a dia quando alguém corta nossa frente no trânsito.

Como está a sua realidade?

Com este post, quero lhe mostrar que nossa mente é formada, por dentre muitas coisas, por crenças. Sejam elas limitadoras ou empoderadoras. Se você acredita que a vida é difícil, ganhar dinheiro é difícil e que as pessoas são difíceis, por exemplo, qual é a realidade que você está criando? Que tudo na sua vida acontece de forma difícil! Não é isso que você sente?

Contudo, temos o poder de escolher o que pensar e quais crenças que vão nos alimentar. Para esta transformação é necessário primeiro identificar a (s) crença (s), criar consciência que elas fazem parte de você e os seus resultados e em seguida substituir por crenças positivas.

Para verificar suas crenças: observe-se e busque contabilizar quantas vezes repetiu a palavra difícil em apenas um dia; observe o que você faz e o que não faz; ouça as suas opiniões, as suas conversas e preste atenção às suas decisões. Se auto observando vai começar a criar consciência do seu modelo mental.

Aquilo que pensamos e acreditamos fazem parte da nossa atitude mental, e ela está por trás de nossas ações e criação de tudo o que vivenciamos (atitude mental = crença). Segundo, Brian Tracy, seu mundo hoje é, em grande parte, uma clara projeção de suas crenças e convicções mais íntimas. Você se comporta externamente com base naquilo em que acredita intimamente; enxerga o mundo ao seu redor pelas lentes de sua própria realidade.

Sendo assim, que realidade você decide viver a partir deste momento?

Até a próxima,

Qual sua marca no mundo?

Você já se perguntou como quer ser lembrado pelas pessoas com quem convive? Seja no âmbito familiar, de trabalho ou nos relacionamentos.

Com uma dica de exercício, venho lhe convidar a refletir do modo como está vivendo a sua vida, como está tomando as decisões e assim descobriremos se você está ou não fazendo as coisas que gosta, ama e construindo seu sonho de vida.

qual sua marca no mundo?

Continue reading

« Older posts

© 2016 Dream Coaching

Theme by Anders NorenUp ↑